Sobre

O universo da criação extrapola a existência da arte como um objeto. É neste contexto que o designer de interiores EDUARDO BORGES realiza seu trabalho. Fazendo uso de uma percepção aguçada do seu entorno, capta o que ele mesmo gosta de nomear como DNA do imóvel. Este ingrediente é essencial no caldeirão alquímico que Eduardo elabora numa mistura com arquitetura, arte e restauro, resultando no que ele chama de “releitura de espaços”.

A transformação acontece na medida em que características arquitetônicas de época são evidenciadas e associadas às técnicas e recursos modernos. O resultado desta alquimia são espaços exclusivos e com uma assinatura única.

Para conseguir resultados diferenciados, Eduardo Borges, executa seus projetos em duas modalidades: Autorais e Versões.

“Todo lugar grande um dia será pequeno, e todo lugar pequeno um dia já foi grande”.

( Nilton Bonder- A Alma Imoral)